E-mail

redacao@oxequaleaboa.com

WhatsApp

71 9-9287-3516

Anúncio de Banner de Topo Fundo Laranja
Anúncio de Banner de Topo Fundo Branco
Dica

Sete dicas essenciais para empresários em tempos de COVID-19

Digitalização dos serviços, uso de dados e reavaliação comportamental dos consumidores são estratégias para ampliar as vendas.

30/06/2020 16h56
Por: Redação Oxe Qual é a Boa
Fonte: Criativos
Divulgação
Divulgação

Segundo último levantamento da pesquisa “Maturidade do Marketing Digital e Vendas no Brasil”, iniciativa parceira da Rock Content, Vendas B2B, Mundo do Marketing e Resultados Digitais, cerca de 95% das empresas nacionais reconhecem que suas estratégias de Marketing Digital ainda possuem tópicos para melhorar. Com a chegada da pandemia do coronavírus (COVID-19) e a paralisação das atividades presenciais, aprimorar o comércio no âmbito digital tem sido pauta urgente para empresários do país.

Mesmo antes da chegada da crise econômica, cerca de 94% das empresas já utilizavam o Marketing Digital como estratégia de crescimento. Entretanto, conforme dados revelados pela pesquisa, aproximadamente 32% desses negócios ainda lidam com estratégias na web que consideram ineficientes.

Orientando empresários no âmbito digital, a consultora de Marketing Digital da Agência Intermídias, Alessandra Carvalho, listou 7 dicas essenciais para que empresários amplifiquem suas vendas, conquistem novos clientes e recuperem as finanças durante a crise do coronavírus. Confira abaixo:

Digitalize sua empresa

“Se não o fez, já passou da hora. O isolamento social acelerou bastante o processo de transformação digital que centenas de empresas estavam passando, embora em um ritmo mais lento. Em uma sociedade que o ‘digital’ e o ‘físico’ se misturam, é preciso estar pronto para atender o consumidor que caminha entre esses dois ambientes. E, claro, não basta tentar apenas adotar canais digitais. É preciso que haja uma adaptação a esses canais”, explica a consultora.

Use os dados ao seu favor

“Alguns dos principais diferenciais do Marketing Digital são a precisão das informações, riqueza de dados demográficos e avaliação do comportamento do consumidor. Comparado ao Marketing Offline, o Digital é muito mais rico em dois sentidos: quantidade de informações precisas e a velocidade de recebimento de dados para a tomada de ações estratégicas, aplacando a marca, a campanha e o produto”.

Reavalie o comportamento do público com frequência

“O comportamento das pessoas muda frequentemente. Na primeira e segunda semana de distanciamento social, as pessoas estavam desnorteadas, e isso refletiu nas vendas. Contudo, na semana seguinte, a reação do público começou a melhorar. Prova disso é que lojas de varejo, depois do primeiro impacto, começaram a vender até mais do que planejado”, elucida.

Para a consultora, a pandemia mostrou que um planejamento de 6 meses pode não ser eficaz. Tendo em vista a oscilação frequente no comportamento dos consumidores, Alessandra aconselha empresários a acompanharem de perto as atitudes do público frente às adversidades da crise.

Descubra o melhor canal e explore ao máximo

“Quanto custa para você captar um cliente nas diversas ferramentas que sua empresa está inserida? O próprio Google está, neste momento, reduzindo a quantidade de testes em novos canais e concentrando os seus investimentos no que vai trazer mais resultados para a empresa. Então, o empreendedor que tem esse tipo de dado em mãos vai poder saber onde alocar a verba para captar mais clientes”

Noção ampla da “nova economia”

“Outro conceito que vem ganhando destaque durante este período, é orientar os negócios através da ‘nova economia’. E o que seria isso? Tomar decisões de negócios através do ponto de vista do cliente. O Marketing Digital não vai trabalhar sozinho, mas ele pode ser uma ferramenta poderosa para te ajudar a descobrir como mudar o seu produto, serviço ou até mesmo modelo de negócio a partir do que o seu potencial cliente espera ou busca nesse momento. Inúmeras empresas têm encontrado novos produtos neste momento, justamente porque estão atendendo a solução do cliente, e não vendendo produtos “engessados” em políticas únicas”

Fortaleça o relacionamento com seus clientes

“Outro ponto crucial é criar relacionamento com os clientes que você captou ou que está captando. Quando a gente fala de ‘cliente fiel’, muitas vezes estamos falando não apenas do que vai continuar comprando sempre, mas de um que, mesmo diante da fragilidade econômica, não troca seus serviços pelo concorrente. Ficou muito perceptível o quanto é importante ter clientes que sejam promotores das marcas. Quando o relacionamento é bom, bem construído, mesmo que o momento não seja favorável, ele advoga, recomenda e apoia a empresa”

Venda seu produto como algo essencial

“Quando pensamos nos problemas do cliente, é mais fácil enxergarmos como nossos serviços podem ser essenciais para ele. As pessoas, em momento de crise, cortam aquilo que não é essencial para sua vida, e isso muda de realidade pra realidade. É preciso fazer o ‘match’ do que o cliente precisa e do que posso oferecer para ele, tornando meu serviço o mais essencial possível. Assim, o somatório das técnicas de Marketing Digital com a expertise das informações vindas do cliente, proporcionará um serviço eficaz, eficiente e com a menor margem de erro possível”, conclui.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.